Londres pede esclarecimentos urgentes ao Irã por prisões na embaixada

O Reino Unido pediu esclarecimentos urgentes ao Irã pela prisão dos funcionários locais de sua embaixada em Teerã, afirmou nesta sexta o ministro das Relações Exteriores britânico David Miliband.

AFP |

"Tomamos nota das observações do aiatolá Khannati, que sugeriu que alguns de nossos empregados locais no Irã poderão ser julgados. Pedimos esclarecimentos urgentes às autoridades iranianas envolvidas", afirma o ministro em um comunicado.

O Irã anunciou nesta sexta que julgar alguns dos funcionários locais da embaixada da Grã-Bretanha detidos recentemente por suposto envolvimento nos protestos contra a reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad.

Nove funcionários iranianos da embaixada britânica foram detidos em 28 de junho após as manifestações contra a reeleição do ultraconservador Ahmadinejad nas eleições de 12 de junho. Segundo Londres, dois deles permanecem detidos.

As autoridades iranianas acusaram a embaixada britânica de ter enviado os funcionários às manifestações para incitar os distúrbios, o que Londres desmentiu.

Os países da União Europeia (UE), por sua vez, decidiram convocar os embaixadores iranianos para protestar contra a prisão de empregados,

Alguns países já convocaram os diplomatas iranianos e outros o farão em breve.

pcl/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG