Londres liberta suspeito de terrorismo para não revelar provas

Londres, 7 set (EFE).- Um suspeito de terrorismo, que estava sob prisão domiciliar no Reino Unido, foi posto em liberdade porque o Governo britânico não queria revelar as provas que tinha contra ele, publica hoje o jornal The Times.

EFE |

O homem - conhecido pelas siglas AF e liberado na semana passada - estava submetido às controvertidas ordens de controle desde o ano de 2006 por seus supostos vínculos com grupos terroristas islâmicos, mas nunca foi acusado formalmente.

Essas ordens de controle, que limitava os movimentos do suspeito, foram revocadas na semana passada, apesar da posição do Governo de que o homem era uma ameaça.

AF, que tem dupla nacionalidade líbia e britânica, é um dos três suspeitos terroristas sobre os quais em junho passado se pronunciaram os juízes da Câmara dos Lordes. EFE vg/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG