Loja londrina Harrods vai vender barras de ouro

Em meio à crise econômica mundial, a tradicional loja de departamentos Harrods, em Londres, considerada uma das mais luxuosas do mundo, lançou nesta quinta-feira um novo produto para os seus clientes mais abastados: barras e moedas de ouro. Os novos produtos podem ser adquiridos na hora no Banco Harrods, no subsolo da loja em Knightsbridge, e é uma parceria com a ourivesaria suíça Produits Artistiques Métaux Précieux (PAMP).

BBC Brasil |

Os clientes podem optar entre levar barras e moedas de ouro pessoalmente ou usar o serviço de entrega Harrods Export Bureau.

Entre as moedas de investimento, sem valor numismático, as opções são Sovereigns, Krugerrands, Eagles, Nuggets, Maple Leafs e Pandas.

Os produtos são vendidos a preço de mercado, e a Harrods se compromete a comprar o ouro de volta a qualquer momento, também a preços correntes no mercado.

"A Harrods é reconhecida por sua inovação e serviço de primeira classe. É a nossa fórmula para o sucesso", afirma a nota da loja.

Recentemente, o preço do ouro bateu uma alta histórica, com a onça-troy (31,104 gramas) sendo cotada a US$ 1.043,77.

O recorde anterior, de março do ano passado, era de US$ 1.032,80 por onça-troy.

Analistas dizem que o preço do metal pode subir ainda mais até o final do ano, período em que a demanda por joias aumenta por causa do Natal e do festival indiano de Diwali.

Um dos motivos apontados para a alta do ouro foi o aumento da busca dos investidores por metais preciosos, diante da desvalorização do dólar.

Outros metais também se valorizaram, com a tonelada do cobre sendo cotada a mais de US$ 6 mil. Com o dólar mais baixo, os metais passaram a ter um valor mais atraente para investidores de fora dos Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG