Lockerbie marca 20 anos de ataque a bomba em avião

Várias cerimônias acontecem neste domingo na cidade de Lockerbie, na Escócia, para marcar os vinte anos da tragédia que matou 270 pessoas. O vôo 103 da Pan Am, que ia de Londres a Nova York, explodiu no ar sobre a cidade no dia 21 de dezembro de 1988, matando todos os que estavam a bordo do avião e outras onze pessoas em terra.

BBC Brasil |

O Boeing 747 caiu de uma altura de 9,4 mil metros, depois da detonação dos explosivos. Os corpos dos mortos ficaram espalhados por uma enorme área e partes da aeronave foram encontradas até 130 quilômetros do local onde o avião caiu.

Um ex-agente secreto da Líbia, Abdelbaset Ali Mohmed Al Megrahi, foi condenado a prisão perpétua pelo ataque, em 2001. Ele continua preso, sofrendo de câncer terminal, e aguarda o resultado do segundo recurso contra a sentença.

Memórias
George Stobbs, que trabalhava para a polícia de Lockerbie na época da tragédia, se lembra perfeitamente daquele dia.

"Ninguém sabia o que havia acontecido. Percebemos que um avião tinha caído, mas eu achava que se tratava se uma aeronave militar", diz ele.

"Quando cheguei a Sherwood Crescent (local da queda do avião), vi as chamas ao longo da estrada, as calçadas estavam destruídas e havia canos de gás quebrados com labaredas saindo deles."
Só mais tarde naquela noite a verdadeira escala do que havia acontecido começava a vir à tona. A atmosfera na cidade ficou pesada durante muito tempo, como recorda Maxwell Kerr, uma das testemunhas.

"Estávamos em nossas casas no Natal, mas não havia nenhuma árvore, cartões ou decorações. Guardamos tudo", diz ele.

"Sentamos, comemos nossa refeição e podíamos ver os tratores mexendo nos escombros."
A cidade seguiu em frente nos anos seguintes, mas Kerr acha importante marcar os vinte anos do ataque.

"Você percebe quanta sorte teve de viver mais vinte anos", afirma ele.

"Nunca podemos esquecer isso. É um acontecimento importante demais, um desastre grande demais."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG