As 11 pessoas desaparecidas depois de uma http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2008/08/18/represa_rompe_e_causa_inundacoes_no_grand_canyon_1575720.htmlinundação perto do Grand Canyon do rio Colorado (Arizona, sudoeste dos Estados Unidos) foram todas localizadas e estão sãs e salvas, informou, nesta terça-feira, um porta-voz do xerife local.

"Temos boas notícias. Ontem (segunda-feira), pensávamos que 11 pessoas estavam desaparecidas. Temos agora a certeza de que essas pessoas foram localizadas, identificadas e estão sãs e salvas", declarou à AFP Gerry Blair, porta-voz do escritório do xerife do condado de Coconino.

Cerca de 250 pessoas haviam sido evacuadas nas últimas 48 horas de Supai, aldeia da reserva dos índios Havasupai localizada 350 km ao norte de Phoenix, e seus arredores, depois do transbordamento do rio Colorado, provocado por fortes chuvas.

Não houve feridos ou danos materiais importantes em Supai, e as pessoas evacuadas foram levadas para um abrigo da Cruz Vermelha em Peach Springs, 100 km ao sudoeste de Supai.

A aldeia de Supai é uma das principais atrações turísticas da região devido à proximidade das espetaculares cachoeiras Havasu. Supai não é acessível pela estrada, somente a pé ou de helicóptero.


Pessoas são resgatadas de enchentes no Grand Canyon / AP

Turismo

A represa de Redlands fica na área da cachoeira de Havasu, que deságua no rio Colorado, que atravessa o Canyon.

Mesmo antes do rompimento da barreira, o nível das águas do Colorado havia subido de maneira significativa. Entre os resgatados, estavam 16 passageiros de um barco que foi levado pelas águas do rio antes das inundações.

O Grand Canyon atrai um grande número de turistas e já havia sido atingido por enchentes. Em 2001, um casal e o filho de dois anos de idade foram mortos depois de serem levados pelas águas enquanto caminhavam pelo local.

(*Com informações da agência  AFP e da BBC)

Leia mais sobre: Grand Canyon

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.