Lobo apoia saída de Honduras da Alba

Tegucigalpa, 17 dez (EFE).- O presidente eleito de Honduras, Porfirio Lobo, pediu hoje ao Governo de fato que deixe o presidente deposto, Manuel Zelaya, sair da embaixada do Brasil em Tegucigalpa e apoiou a retirada de seu país da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba).

EFE |

Lobo disse que Zelaya "esteve administrando que o deixem sair", mas que "não há acordo na qualificação que ele exige e o que estão dispostos a outorgar a ele. Então, peço que se ponham de acordo, que o ex-presidente Zelaya aceite e que os da autoridade nacional deem também a saída".

Por outra parte, Lobo também manifestou o apoio dos deputados de seu partido à iniciativa de Micheletti de que Honduras abandone a Alba por meio de uma denúncia do tratado de incorporação que Zelaya assinou em 2008.

"A bancada vai acompanhar esta decisão", disse Lobo, e descartou que em seu Governo, que começará em 27 de janeiro, vá revisar essa decisão de Micheletti, porque "não está" em suas "prioridades".

"Contemplo boas relações com todos os países do mundo, mas não contemplo nenhum acordo ou compromisso militar com nenhum país", especificou. EFE lam/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG