Com o punho para o alto e sorridente, a cantora e atriz americana Liza Minnelli, símbolo do movimento gay, deu neste sábado um toque de glamour ao Gay Pride de Paris que reuniu centenas de milhares de pessoas.

Sua chegada surpreendeu tanto os presentes que alguns chegaram a acreditar que era uma dublê. Mas as dúvidas se dissiparam quando foi recebida pelo prefeito Bertrand Delanoë, um "habitué" da parada.

"Freedom!" (liberdade), gritou a cantora ao subir num carro alegórico, cheio de bolas coloridas seguindo à frente de um cortejo de 700.000 pessoas, segundo os organizadores, e 200.000, segundo a polícia.

Em Berlim, a manifestação reuniu mais de 500.000 pessoas, segundo os organizadores, citados pela imprensa local.

bur/lpt/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.