A ministra das Relações Exteriores e líder do partido Kadima (que governa Israel), Tzipi Livni, pediu nesta quinta-feira ao primeiro-ministro Ehud Olmert que abandone imediatamente o cargo, depois do anúncio de que será indiciado por corrupção.

"O primeiro-ministro deve partir, não tem outra alternativa", declarou Livni aos deputados do Kadima reunidos na cidade de Pitaj Tikva, perto de Tel Aviv.

cad/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.