desnecessárias - Mundo - iG" /

Livni diz que também ganharia eleições gerais, mas que são desnecessárias

Jerusalém, 19 set (EFE).- A nova líder do partido Kadima, Tzipi Livni, disse hoje, após sua vitória na quarta-feira nas primárias da legenda governante em Israel, que também ganharia as eleições gerais se estas fossem antecipadas, algo que considerou desnecessário.

EFE |

"Caso não consiga formar Governo, iríamos a eleições gerais, nas quais ganharia", disse Livni, na primeira reunião interna do Kadima que preside como líder do partido.

"Não temos que temer uma antecipação das gerais, mas é desnecessário", reiterou a também ministra de Assuntos Exteriores israelense, que se mostrou convencida de manter a maioria governamental.

"Não vejo razão para que se vão os partidos" que integram a coalizão governamental, disse.

Livni tem 40 dias para convencer os aliados do Kadima a não deixarem a maioria governante, e permaneçam em um Executivo em cuja chefia ela substituiria o atual primeiro-ministro e também membro do Kadima, Ehud Olmert, que anunciou sua renúncia após envolvimento em vários escândalos de corrupção.

Neste sentido, Livni pediu a seu colega de partido que "cumpra sua palavra" e apresente a renúncia, que fontes próximas a Olmert anteciparam que ocorrerá após as festividades do Ano Novo judaico, que acontecem no final deste mês. EFE amg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG