Livni diz que Irã tenta estabelecer rede de influência na América do Sul

Jerusalém, 16 nov (EFE) - A ministra de Assuntos Exteriores de Israel, Tzipi Livni, advertiu hoje de que o Irã está estabelecendo uma rede de influência na América do Sul com o objetivo de divulgar sua ideologia política e econômica.

EFE |

"O Irã está buscando uma brecha, países nos quais possa penetrar para compensar sua vulnerabilidade criada pelas sanções", afirmou a ministra israelense durante um encontro com sua colega salvadorenha, Marisol Argueta de Barillas.

"Estamos sendo testemunhas de um fenômeno perturbador de infiltração iraniana na América do Sul, de forma que (a região) está se tornando base para a propagação de ideologia política e econômica iraniana", disse Livni, segundo comunicado do Ministério de Exteriores israelense.

A chefe da diplomacia israelense ressaltou a idéia de que "o reforço das relações entre guerrilhas da América do Sul e o terrorismo iraniano é fácil de ver", e pediu para que "todos os países testemunhas desta situação cooperem em um esforço conjunto para reduzir as atividades internacionais do Irã".

Na conversa com a chanceler salvadorenha, Livni mencionou uma série de países latino-americanos com os quais o Irã tenta aumentar sua influência, disse à Agência Efe o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores em Jerusalém, Yigal Palmor, que no entanto, recusou especificar.

Israel advertiu em reiteradas ocasiões do risco de que o Irã adquira a capacidade nuclear e teme que zonas da América Latina possam servir como base de operações para lançar ataques contra alvos israelenses, segundo indicaram fontes oficiais do país.

A Justiça argentina persegue nove iranianos para poder julgá-los pelo atentado cometido em 1994 contra a Associação Mutual Israelita Argentina (Amia) em Buenos Aires.

No ataque, 85 pessoas morreram, fato que aconteceu dois anos após outra violenta ação contra a Embaixada de Israel nessa cidade, que deixou 29 mortos. EFE db/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG