Lituânia mostra insatisfação com renúncia dos EUA ao escudo

Vilnius, 18 set (EFE).- A Lituânia manifestou hoje sua insatisfação com a renúncia dos Estados Unidos ao posicionamento do escudo antimísseis na Polônia e na República Tcheca, a que a Rússia se opunha terminantemente.

EFE |

"Esta não é a melhor das notícias políticas", disse Vygaudas Usackas, ministro de Assuntos Exteriores do país báltico, membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) desde 2004, segundo o "Baltic News Service".

Usaskas espera receber nos próximos dias explicações mais detalhadas de Washington sobre sua decisão de voltar atrás no projeto idealizado pela anterior Administração americana.

A ministra da Defesa lituana, Rasa Jukneviciene, também se manifestou decepcionada, já que Vilnius "apoiou muito esse projeto", ao considerar que "aumentaria sua segurança".

"Esta região (o Báltico) não pode ser uma exceção entre as regiões da Otan e o problema de sua defesa também é importante", disse.

Além disso, disse que a Rússia "se opunha ao projeto", por isso a decisão dos EUA pode ser interpretada como uma consequência disso.

Os países bálticos apoiaram desde o início o posicionamento do escudo, ao considerar que garantia sua segurança frente a uma possível ameaça da Rússia. EFE va/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG