Beirute, 11 jul (EFE).- Esta é a composição do novo Governo do Líbano, cuja formação foi anunciada hoje após um mês e meio de divergências entre a maioria e a oposição sobre sua composição.

Graças ao acordo alcançado em maio em Doha, a maioria parlamentar anti-síria propôs 16 ministros, a oposição liderada pelo grupo xiita Hisbolá 11, e o presidente da República do Líbano, Michel Suleiman 3.

MINISTROS PROPOSTOS PELA MAIORIA Primeiro-ministro: Fouad Siniora Ministro da Fazenda: Mohamad Chatah Ministro da Justiça: Ibrahim Najjar Ministro do Turismo: Elie Maruni Ministro da Cultura: Tamam Salam Ministro do Meio Ambiente: Antoine Karam Ministro dos Deslocados: Raymond Audi Ministro da Reforma Administrativa: Ibrahim Chamsedin Ministro da Economia e do Comércio: Mohamad Safadi Ministro da Educação: Bahia Hariri Ministro de Transporte e Obras Públicas: Ghazi Aridi Ministro da Informação: Tareq Mitri Ministro de Estado: Wael Abu Faur Ministro de Estado: Khaled Kabani Ministro de Estado: Jean Gasapian Ministro de Estado: Nassib Lahoud MINISTROS PROPOSTOS PELA OPOSIÇÃO Vice-primeiro-ministro: Issam Abu Jamra Ministro de Assuntos Exteriores: Fawzi Salloukh Ministro de Assuntos Sociais: Mario Aoun Ministro da Indústria: Ghazi Zayter Ministro da Juventude e Esporte: Talal Arslan Ministro da Energia e Água: Alain Taburian Ministro do Trabalho: Mohamad Fneshi Ministro da Saúde Pública: Mohamad Jalife Ministro de Telecomunicações: Gebran Bassil Ministro da Agricultura: Elie Skaff Ministro de Estado: Ali Qanso MINISTROS PROPOSTOS PELO PRESIDENTE DO LÍBANO Ministro da Defesa: Elias Murr Ministro do Interior: Ziad Barud Ministro de Estado: Youssef Takla. EFE ks-er/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.