Lista de celebridades testemunhará em julgamento de milionário nova-iorquino

Nova York, 15 abr (EFE).- As testemunhas do julgamento contra Anthony Marshall, acusado de roubar a própria mãe -a multimilionária Brooke Astor- pode transformá-lo em um dos maiores encontros de famosos do ano, com nomes como o ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan e o ex-secretário de Estado americano, Henry Kissinger.

EFE |

Entre os 98 nomes passados hoje pelo juiz aos possíveis jurados e vazados posteriormente à imprensa também figuram o diretor da revista "Vanity Fair", Graydon Carter, a conhecida apresentadora de TV Barbara Walters, o banqueiro David Rockefeller, e Annette de la Renta, esposa do costureiro Oscar de la Renta.

Também forma citadas grandes personalidades da cena nova-iorquina, como o presidente da Biblioteca Pública de Nova York, Paul LeClerc, a defensora pública, Betsy Gotbaum, e o ex-diretor do Museu Metropolitano de Arte, Philippe de Montebello.

O júri deverá decidir se Anthony Marshall é culpado dos crimes de furto, posse de bens roubados, falsificação e conspiração.

Semanas antes da morte de Brooke Astor, em agosto de 2007 -aos 105 anos-, o neto dela, Philip Marshall, denunciou seu próprio pai, Tony Marshall, acusando-o de descuidar da avó, que sofria do mal de Alzheimer, e de administrar sua fortuna de forma fraudulenta.

Pouco depois, a Procuradoria de Nova York apresentou acusações contra Anthony Marshall -ele mesmo também já idoso, atualmente com 84 anos- e o advogado dele, Francis Morrissey, por considerar que eles roubaram milhões de dólares da idosa.

Assim, teriam se aproveitado do debilitado estado mental de Brooke nos últimos anos de vida, para enriquecer em detrimento dos beneficiados reais da fortuna. EFE mgl/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG