Linhas aéreas suspendem transporte de carga proveniente do Iêmen

Emirates e Eithad Airways confirmaram a mudança, que ocorre após pacotes-bomba terem sido interceptados

iG São Paulo |

Duas linhas aéreas dos Emirados Árabes Unidos anunciaram que não levarão mais cargas vindas do Iêmen como precaução, depois que dois pacotes-bomba – que iam em aviões do Iêmen para os EUA – foram interceptados por autoridades no Reino Unido e nos Emirados Árabes Unidos.

Tanto a Emirates quanto a Etihad Airways, cuja base fica em Abu Dhabi, confirmaram neste domingo a mudança nas operações. A Etihad, inclusive, suspendeu o envio de cargas provenientes da Somália.

Na tentativa frustrada de atentado há pouco mais de uma semana, EUA, Reino Unido e Oriente Médio entraram em alerta depois da descoberta dos embrulhos suspeitos na sexta-feira, dia 29 .

Aeroportos

Além de maior monitoramento na inspeção de bagagens em aeroportos dos Emirados Árabes Unidos, os aeroportos americanos puseram em vigor novas regras de segurança .

Entre as novas regras, que começaram a valer na segunda-feira, estão revista manual mais invasiva e a exigência de que passageiros informem nome, data de nascimento e sexo no momento em que fizerem a reserva da passagem aérea.

*Com AP

    Leia tudo sobre: iêmencargalinhas áereasexplosivosemirados árabes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG