Lima comunica à OEA intromissão de Evo Morales na política peruana

O governo peruano comunicou à Organização dos Estados Americanos (OEA) às contínuas intromissões do presidente boliviano, Evo Morales, nas questões de política interna do Peru, informou neste sábado o chanceler José García Belaunde.

AFP |

"O comunicado foi dirigido ao secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, e faremos o mesmo com os países amigos da região, particularmente com os chanceleres da União Sul-Americana de Nações (Unasul), para que tenham uma idéia clara desta questão", disse Belaunde.

"Esperamos que isto sirva, no futuro, para que o senhor Evo Morales se abstenha de seguir interferindo, inclusive incitando à rebelião, como fez em suas últimas declarações".

O Peru chamou seu embaixador em La Paz para consultas no dia 30 de junho passado, após declarações de Morales incitando a população peruana a protestar contra a instalação de bases militares americanas no território peruano.

Lima desmentiu a instalação de bases dos Estados Unidos em seu território e denunciou a postura de Morales, que incita os peruanos nas vésperas de uma greve geral, prevista para 9 de julho, para exigir melhores salários.

rc/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG