Liga Árabe se preocupa com a decisão de deter Al-Bashir

O Conselho da Liga Árabe mostrou-se muito preocupado com a decisão da CPI de expedir um mandato de prisão contra o presidente sudanês Omar Al-Bashir por crimes em Darfur, declarou nesta quarta-feira no Cairo o secretário-geral da organização pan-árabe, Amr Moussa.

AFP |

"O Conselho da Liga Árabe expressa sua solidaridade ao presidente Bashir", afirmou Mussa, ao ler uma declaração publicada depois de uma reunião de urgência dos ministros árabes de Relações Exteriores.

O órgão "lamenta a incapacidade do Conselho de Segurança da ONU de adiar a decisão tomada pela CPI", disse.

"É um acontecimento grave que não leva em conta a imunidade dos chefes de Estado que figura no Convênio de Viena de 1961", insistiu.

Mussa afirmou que, com a decisão, a CPI "menosprezou os esforços dos países árabes e africanos para conseguir justiça e paz no Sudão".

A situação é "perigosa", levando-se em conta a "repercussão da decisão da CPI na estabilidade e no processo de reconstrução do Sudão", estimou.

ila/gk/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG