Cairo, 15 mai (EFE).- A Liga Árabe pediu hoje à comunidade internacional que não se esqueça dos direitos dos palestinos, em coincidência com a celebração do aniversário de 60 anos da fundação do Estado de Israel.

"Esta data deve lembrar aos líderes do mundo e à comunidade internacional que Israel nega aos palestinos seus direitos", expressa em comunicado a organização.

A Liga Árabe pede que todos que participam dos atos comemorativos da criação do Estado judeu se lembrem que após 60 anos "o povo palestino vive em diáspora, submetido todos os dias às violações israelenses".

Além disso, faz uma chamada especial à ONU e a seu Conselho de Segurança, assim como ao Quarteto de Madri (ONU, EUA, UE e Rússia), para que exijam a Israel o cumprimento de suas obrigações legais e que coopere no processo de paz.

A Liga Árabe considera que a criação de um Estado palestino com Jerusalém Oriental como capital é um "objetivo legítimo" que deve contar com o apoio de todos os países, assim como um requisito fundamental para alcançar a paz. EFE nq/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.