Liga Árabe enviará delegação à Mauritânia para discutir situação após golpe

Cairo, 7 ago (EFE).- Uma delegação da Liga Árabe viajará amanhã à Mauritânia para buscar medidas a fim de recuperar a estabilidade no país após o golpe de Estado realizado na quarta-feira.

EFE |

Segundo fontes da Liga Árabe, a delegação tentará se reunir tanto com os militares golpistas quanto com o presidente do país, Sidi Mohammed Ould Cheikh Abdallahi, e com o primeiro-ministro, Yahya Ould Ahmed el-Waghef, ambos detidos.

A visita da delegação da Liga Árabe a Nuakchott coincidirá com a chegada à capital mauritana de representantes da União Africana e da ONU.

Durante a visita dos delegados da Liga Árabe à Mauritânia, deve ser elaborado um relatório sobre a situação no país, que será distribuído depois a todos os países-membros do organismo pan-árabe, a fim de que estudem os passos necessários para resolver o conflito.

O secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa, manifestou hoje sua "profunda preocupação com as conseqüências" do golpe, e expressou sua confiança em que os eventos não colocarão fim aos avanços democráticos conseguidos pela Mauritânia. EFE hh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG