limpeza étnica - Mundo - iG" /

Liga Árabe diz que fundação de Israel foi uma limpeza étnica

Cairo, 14 mai (EFE).- A Liga Árabe afirmou hoje que a criação do Estado de Israel há 60 anos, evento que os árabes chamam de Nakba (catástrofe), representou a maior operação de limpeza étnica desde a Segunda Guerra Mundial.

EFE |

A organização fez a consideração em uma reunião de ministros de Justiça árabes no Cairo, dedicada a tratar dos crimes de guerra e contra a humanidade cometidos pelas forças israelenses nos territórios palestinos ocupados, de acordo com um comunicado.

Ahmed bin Heli, porta-voz do secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa, fez um discurso sobre a "Nakba", no qual disse que a criação do Estado judeu "representou a maior agressão contra a lei e a justiça, e a única que continuou durante seis décadas".

O porta-voz representou Moussa, que está no Líbano. Em nome de Moussa, Heli também condenou as "práticas israelenses contra os palestinos, como os assassinatos, a tomada dos territórios e a mudança demográfica sistemática", se referindo aos assentamentos israelenses.

Heli afirmou que o uso das leis internacionais é uma medida básica no conflito árabe-israelense para fazer frente à "política de ocupação, agressão, crimes de guerra e massacres".

Por ocasião dos 60 anos da fundação de Israel, o porta-voz insistiu na necessidade de a comunidade internacional e o Conselho de Segurança das Nações Unidas se darem conta "da gravidade desses crimes e da necessidade de proteger o povo (palestino) do terrorismo de Estado". EFE hh/wr/gs

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG