fracasso da ONU em cessar ataques a Gaza - Mundo - iG" /

Liga Árabe condena fracasso da ONU em cessar ataques a Gaza

Cairo, 4 jan (EFE).- O secretário-geral da Liga Árabe, Amre Moussa, condenou hoje o fracasso do Conselho de Segurança da ONU em adotar uma resolução para a interrupção imediata das operações militares israelenses contra a Faixa de Gaza.

EFE |

"Apesar de o Conselho de Segurança não conseguir pela segunda vez tomar uma decisão para cessar as operações, desempenharemos nosso papel e iremos ao Conselho de Segurança, e se não conseguirmos uma resolução, vamos apresentar um relatório claro ao mundo árabe sobre isso", disse Moussa.

Ele advertiu contra o uso do veto por parte dos Estados Unidos para impedir qualquer resolução do Conselho de Segurança porque, segundo ele, "conduzirá ao fracasso da ONU em deter esta guerra e massacre em Gaza", que causou quase 500 mortos desde seu início, em 27 de dezembro.

Moussa atacou ainda a postura européia, mais especificamente do Governo tcheco, que assumiu a Presidência da União Européia na quinta-feira, 1º de janeiro, que classificou a operação militar israelense de "defensiva".

"Não se pode considerar defensivo um ataque israelense contra 40% de civis em Gaza", acrescentou Moussa, citando a proporção divulgada por fontes do Hamas - as estimativas da ONU, pelo menos até quarta-feira, situavam esta porcentagem em cerca de 25%.

Segundo Israel, o Hamas usa a população de Gaza como escudo humano, ao montar bases militares e atacar de áreas densamente povoadas.

Forças israelenses lançaram ontem à noite uma ofensiva terrestre a partir do norte de Gaza, que causou, até agora, 35 mortos.

Desta ofensiva, a segunda fase da operação "Chumbo Fundido", participam tropas de Infantaria, Engenheiros, Artilharia e tanques apoiados pela aviação, Marinha e agências de Inteligência. EFE hh/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG