Liga Árabe condena ataques aéreos israelenses contra a Faixa de Gaza

Cairo, 21 abr (EFE).- A Liga Árabe condenou hoje firmemente os ataques aéreos israelenses lançados no último fim de semana contra a Faixa de Gaza e que causaram a morte de mais de dez milicianos palestinos.

EFE |

A organização pan-árabe, que reúne 22 países, fez a condenação através de um comunicado divulgado em sua sede central do Cairo.

"A Liga Árabe repudia energicamente a política israelense de aplicar castigos maciços contra o povo palestino, como assassinatos (ataques aéreos), deslocamentos forçados e bloqueio, considerados crimes de guerra cujos responsáveis (israelenses) devem ser sancionados", afirma a nota.

Nesse contexto, a organização pan-árabe afirmou que "Israel enfrenta a responsabilidade total pelos massacres diários que comete contra os palestinos".

Advertiu que, com esta política, o Estado judeu prejudica "todos os esforços destinados a conseguir uma trégua geral (entre palestinos e israelenses) que pare o derramamento de sangue de civis".

Além disso, a Liga Árabe também afirmou que a violência exercida por Israel nos territórios palestinos sabotam as gestões árabes e internacionais que impulsionam a retomada do processo de paz entre palestinos e israelenses.

Além disso, o textp pede que países árabes, o Quarteto de Madri (EUA, Rússia, ONU e União Européia) e o Conselho de Segurança das Nações Unidas "defendam os direitos humanos dos palestinos e os protejam da brutal agressão israelense". EFE aj/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG