Liga Árabe condena ataque israelense que matou família palestina em Gaza

Cairo, 29 abr (EFE).- A Liga Árabe condenou hoje o ataque de segunda-feira das tropas israelenses no norte de Gaza, que causou a morte de uma palestina e seus quatro filhos.

EFE |

Segundo um comunicado da Secretaria-Geral da organização pan-árabe, o ataque foi uma "operação criminosa", cujo objetivo era "abortar qualquer tentativa de conseguir a paz nos territórios palestinos ocupados, sobretudo, na Faixa de Gaza".

A Liga Árabe considerou, ainda, que a continuação destas "práticas" pode gerar reações violentas, pelas quais Israel terá que assumir a responsabilidade.

A organização reiterou seu pedido à comunidade internacional para que adote as medidas necessárias para pôr fim a "essas práticas criminosas, que aumentarão a tensão na região do Oriente Médio".

Segundo fontes palestinas, a mãe e seus quatro filhos morreram após um míssil ter sido disparado por um carro de combate israelense contra a casa deles.

Na versão do Exército israelense, a morte dos cinco membros da mesma família foi causada pela detonação de explosivos que eram levados por militantes, que se encontravam nas imediações da casa e foram alvo de um ataque de aviões israelenses. EFE hh/rb/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG