Líderes sunita e do Hezbollah encontram-se pela 1ª vez no Líbano desde 2006

Beirute - O líder da maioria parlamentar do Líbano, o sunita Saad Hariri, e o dirigente do grupo xiita Hezbollah, Hassan Nasrallah, tiveram na noite deste domingo um encontro incomum, o primeiro desde o conflito com Israel em 2006.

EFE |

Segundo um comunicado divulgado pelo Hezbollah, Hariri e Nasrallah analisaram a situação do país e da região e destacaram a necessidade de abrir um novo capítulo no Líbano fundamentado na honestidade e na abertura.

Também destacaram que é preciso consolidar a união nacional e a paz civil, assim como manter os acordos de Doha, que em maio puseram fim a 17 meses de disputa pela Presidência do Líbano, e os de Taif, que terminaram a sangrenta guerra civil que assolou o país entre 1975 e 1990.

Histórico

O Hezbollah, apoiado pelo partido cristão do general Michel Aoun, boicotou por quase dois anos a eleição do novo presidente do Líbano, em uma dura queda-de-braço com as forças sunitas, cristãs e laicas que integram a maioria parlamentar liderada por Hariri.

A disputa política causou violentos distúrbios em Beirute em maio deste ano, duas semanas antes da assinatura do citado acordo de Doha.

Embora o local do encontro não tenha sido informado, foi divulgado que vários conselheiros de Hariri e de Nasrallah participaram da reunião de ontem à noite.

Leia mais sobre: Hezbollah - Líbano

    Leia tudo sobre: hezbollah

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG