Líderes religiosos de diferentes confissõres rezaram junto ao presidente Evo Morales pela paz na Bolívia, país mergulhado numa grande crise política, informou neste sábado a imprensa local.

Morales, que enfrenta as autoridades e dirigentes civis de cinco dos nove departamentos do país, se reuniu na sede presidencial com líderes católicos, evangélicos, protestantes, islâmicos e judeus, que também rezaram por um diálogo político para contornar as divergências.

A preocupação dos líderes religiosos acontece em meio à forte oposição nas regiões de Santa Cruz, Beni, Pando, Tarija e Chuquisaca, que exigem que Morales devolva às nove regiões cerca de 166 milhões de dólares que o governo usa para pagar um abono de assistência aos bolivianos idosos.

Além disso, as zonas do Chaco boliviano anunciaram a partir de segunda-feira um corte das estradas para defender suas demandas, como a recusa ã nova Constituição e a exigência de subir o preço do gás exportado para a Argentina e o Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.