Líderes latinos asseguram que lutarão por Obama

Denver (EUA), 28 ago (EFE).- Líderes democratas latinos afirmaram hoje que vão lutar casa por casa pelo senador Barack Obama, convencidos de que seu rival republicano, John McCain, oferece o mesmo que o atual presidente, George W.

EFE |

Bush".

Durante uma conferência por telefone, o prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, e os legisladores Xavier Becerra, Hilda Solís, Raúl Grijalva e Nydia Velásquez assinalaram que a primeira candidatura de um negro à Presidência é um "momento histórico" para todas as minorias nos EUA.

Os líderes indicaram que essa oportunidade será acompanhada por um esforço em massa para que os latinos apóiem Obama no pleito de 4 de novembro.

O trabalho de mobilização de eleitores será centrado nos estados onde os hispânicos podem ter o voto decisivo nesta disputa, entre eles Novo México, Colorado e Nevada.

A campanha incluirá ligações telefônicas e visitas a residências, igrejas, sindicatos e centros comunitários, disse o líder sindical Eliseo Medina.

Calcula-se que até onze milhões de hispânicos comparecerão às urnas este ano.

Villaraigosa disse que visitará diferentes comunidades latinas no Colorado amanhã, com a mensagem de que Obama "é a mudança e a esperança que todos querem no futuro dos EUA".

No entanto, o plano dos democratas enfrenta forte concorrência, já que a campanha de McCain também tenta conquistar o eleitorado hispânico, e afirma que o senador do Arizona chegou a desafiar seu partido para apoiar a reforma migratória. EFE mp/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG