Líderes do Hamas reaparecem com tom desafiador

GAZA (Reuters) - Os dois principais líderes do Hamas fizeram suas primeiras aparições em eventos públicos desde o conflito com Israel na Faixa de Gaza na sexta-feira, num desafio ao presidente palestino, Mahmoud Abbas, enquanto ele discute perspectivas de paz com o emissário norte-americano ao Oriente Médio. Nós não podemos, nós não iremos, e nós nunca reconheceremos o inimigo sob qualquer circunstância, maneira ou forma, disse Mahmoud al-Zahar, um dos dois líderes, em um sermão numa mesquita, que foi transmitido na estação de rádio do movimento islâmico, referindo-se a Israel.

Reuters |

Ismail Haniyeh, que lidera a administração do Hamas em Gaza, discursou de outra mesquita.

Temendo um assassinato, os dois homens tinham ficado escondidos durante os 22 dias de ofensiva israelense, lançada no dia 27 de dezembro para conter os ataques com foguetes palestinos. Desde então, seus raros comunicados têm sido feito, na maioria, por meio de discursos previamente gravados.

O presidente palestino encontrou com o emissário dos Estados Unidos ao Oriente Médio, George Mitchell, na Cisjordânia, ocupada por Israel, onde o controle é da facção secular Fatah, de Abbas.

Mitchell está sondando Abbas e Israel sobre a possibilidade de criação do Estado Palestino, apesar das tensões entre o Fatah e o Hamas e de um novo governo de direita em Israel, que tem mostrado pouca vontade de ceder terras na Cisjordânia.

Em encontros com líderes israelenses na quinta-feira, Mitchell enfatizou o comprometimento de Obama com uma solução de dois Estados, "no qual um Estado Palestino viva em paz ao lado do Estado judeu de Israel", finalizando décadas de conflito.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG