Toyako (Japão) - Os líderes do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais industrializados e a Rússia) encontraram hoje dificuldade para plantar uma árvore em sua cúpula no Japão.

Depois de participarem da tradicional "foto de família" da cúpula, os governantes de Estados Unidos, Japão, França, Reino Unido, Alemanha, Itália, Canadá e Rússia foram convidados pelos anfitriões japoneses a participar da plantação de três árvores, em comemoração ao evento.

Os oito líderes, cada um com uma pá nas mãos, começaram a trabalhar, visivelmente com mais vontade do que habilidade.

O presidente americano, George W. Bush, quase não usou sua pá, enquanto tentava determinar qual monte de terra, dos três preparados, lhe correspondia. A seu lado, a chanceler alemã, Angela Merkel, se mostrou mais entusiasta no momento de plantar a árvore.

Mas talvez o mais voluntarioso tenha sido o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, que quis dar o exemplo e quase acabou sozinho com um dos montes de terra.

Berlusconi também brincou com os funcionários do hotel onde ocorre a cúpula e lhes olhava pelas janelas.

Bem-humorado, o primeiro-ministro da Itália foi além e começou a distribuir beijos em direção às funcionárias do hotel.

Berlusconi, que viajou à cúpula sem sua esposa, Veronica, convidou o presidente francês, Nicolas Sarkozy, a seguir seu exemplo.

No entanto, Sarkozy, cuja esposa, Carla Bruni, também não se encontra no Japão, declinou, com um sorriso no rosto, o convite de Berlusconi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.