Líderes do G8 enfrentam dificuldades para plantar árvore

Toyako (Japão) - Os líderes do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais industrializados e a Rússia) encontraram hoje dificuldade para plantar uma árvore em sua cúpula no Japão.

EFE |

Depois de participarem da tradicional "foto de família" da cúpula, os governantes de Estados Unidos, Japão, França, Reino Unido, Alemanha, Itália, Canadá e Rússia foram convidados pelos anfitriões japoneses a participar da plantação de três árvores, em comemoração ao evento.

Os oito líderes, cada um com uma pá nas mãos, começaram a trabalhar, visivelmente com mais vontade do que habilidade.

O presidente americano, George W. Bush, quase não usou sua pá, enquanto tentava determinar qual monte de terra, dos três preparados, lhe correspondia. A seu lado, a chanceler alemã, Angela Merkel, se mostrou mais entusiasta no momento de plantar a árvore.

Mas talvez o mais voluntarioso tenha sido o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, que quis dar o exemplo e quase acabou sozinho com um dos montes de terra.

Berlusconi também brincou com os funcionários do hotel onde ocorre a cúpula e lhes olhava pelas janelas.

Bem-humorado, o primeiro-ministro da Itália foi além e começou a distribuir beijos em direção às funcionárias do hotel.

Berlusconi, que viajou à cúpula sem sua esposa, Veronica, convidou o presidente francês, Nicolas Sarkozy, a seguir seu exemplo.

No entanto, Sarkozy, cuja esposa, Carla Bruni, também não se encontra no Japão, declinou, com um sorriso no rosto, o convite de Berlusconi.

    Leia tudo sobre: g8

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG