Líderes de Paquistao e Sri Lanka discutem relações bilaterais

Nova Délhi, 2 ago (EFE).- O primeiro-ministro paquistanês, Yousaf Raza Gillani, se reuniu hoje em Colombo, capital executiva do Sri Lanka, com o chefe de Governo indiano, Manmohan Singh, para revisar o delicado estado das relações bilaterais durante a 15ª cúpula da Associação para a Cooperação no Sul da Ásia (Saarc, em inglês).

EFE |

O porta-voz de Assuntos Exteriores do Paquistão, Muhammad Sadiq, que se encontra em Colombo, onde a cúpula é realizada, explicou à Agência Efe que a reunião tinha o objetivo de revisar os assuntos bilaterais e que uma agenda concreta não tinha sido preparada.

Depois do encontro, Gillani se mostrou otimista sobre a resolução das questões mais conflitantes na relação entre os dois países, segundo o jornal "Daily Mirror".

Segundo esta última fonte, o secretário de Exteriores indiano, Shiv Shankar Menon, declarou que os últimos atentados terroristas acrescentaram tensão às já complicadas relações entre seu país e o Paquistão.

As autoridades indianas acusaram a direção do serviço secreto paquistanês "ISI" de ter orquestrado o atentado na Embaixada Indiana em Cabul no dia 7 de julho, no qual morreram 54 pessoas.

Além disso, nas últimas semanas os Exércitos da Índia e do Paquistão se acusaram mutuamente pelos disparos na fronteira da Caxemira.

A Índia e o Paquistão disputam a Caxemira desde a independência e partilha dos dois países, em 1947, e perpetraram duas guerras pelo controle do território.

Desde 1971, a região está dividida por uma linha de controle na qual existe um cessar-fogo desde 2003, estipulado após o conflito registrado na área de Kargil, quatro anos antes, por causa de uma incursão paquistanesa. EFE mb/bm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG