O líder de um dos principais partidos xiitas do Iraque, Abdel Aziz al Hakim, morreu nesta quarta-feira vítima de um câncer de pulmão aos 60 anos, informaram seu filho, Mohsen al Hakim, e o Conselho Supremo Islâmico do Iraque (CSII), um dos pilares do governo iraquiano.

Al Hakim havia sido hospitalizado de emergência em 22 de agosto depois de uma brusca deterioração de seu estado de saúde. O líder xiita se encontrava há quatro meses no Irã para se tratado.

Al Hakim, que foi adversário do primeiro-ministro xiita iraquiano Nuri al Maliki, deixa um partido debilitado e mergulhado numa luta por sua sucessão.

Ele era conhecido por ter mantido relações estreitas com Teerã e considerado um amigo dos Estados Unidos.

O CSSI foi fundado em 1982 no Irã como movimento de oposição iraquiano no exílio.

Al Hakim foi designado como seu dirigente em setembro de 2003 depois da morte de seu irmão, o aitolá Mohammad Baqer Hakim, em um atentado no final de agosto desse ano em Najaf, sul de Bagdá.

Era filho do grande aiatolá Mohsen al Hakim, um dos chefes espirituais dos xiitas entre 1955 e 1970.

fpn-jds/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.