O clérigo xiita Moqtada al-Sadr fez uma rara aparição em público na segunda-feira, ao se encontrar com o presidente da Síria, Bashar Assad, em Damasco.

Reuters
Moqtada al-Sadr encontra o presidente da Síria, Bashar Assad

Moqtada al-Sadr encontra o presidente da Síria, Bashar Assad

Al-Sadr não era visto em público há quase dois anos, quando sua milícia concordou com um cessar-fogo junto com as tropas americanas no Iraque. Há rumores de que ele estaria morando na cidade sagrada de Qom, no Irã.

Não foram divulgados os detalhes das conversas entre Al-Sadr e Assad, mas a imprensa síria sugere que os dois discutiram a questão da presença militar americana no Iraque, agora que os soldados começaram a sair das áreas urbanas.

Ataques

O Exército Mehdi, milícia ligada a Al-Sadr, se envolveu no conflito sectário que quase rachou o Iraque, e também participou de uma campanha guerrilheira contra os militares americanos até o acordo de cessar-fogo, em 2007. Apesar de ter desaparecido dos olhos públicos, o clérigo xiita ainda é um poderoso líder de sua comunidade no Iraque.

Mesmo com a diminuição da violência sectária desde 2007, o bairro de Cidade Sadr, em Bagdá, continua sendo um alvo frequente de ataques. Na manhã desta terça-feira, um ataque a bomba no local deixou dois mortos e pelo menos 14 feridos.

Leia mais sobre Iraque

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.