Lima, 16 set (EFE).- O líder ultranacionalista peruano Antauro Humala, irmão do político opositor Ollanta Humala, foi condenado hoje a 25 anos de prisão por um tribunal de Lima.

O tribunal determinou que Antauro Humala é culpado dos crimes de homicídio qualificado, rebelião e posse ilegal de armas, por ter comandado em janeiro de 2005 a ocupação de uma delegacia na cidade andina de Andahuaylas, onde quatro policiais morreram. EFE fcg/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.