Líder turco-cipriota atravessa a rua Ledras pela 1ª vez após a sua abertura

Nicósia, 11 abr (EFE).- O líder da comunidade turco-cipriota, Mehmet Ali Talat, expressou hoje seu otimismo sobre a reunificação do Chipre durante seu primeiro passeio pela rua Ledras, reaberta no último dia 3 pela primeira vez desde a divisão da ilha em 1974, e durante o qual visitou várias lojas greco-cipriotas.

EFE |

"Trata-se somente de uma visita social" para ver "os benefícios da abertura" da rua, declarou o presidente da República Turca do Norte do Chipre, só reconhecida pela Turquia.

O objetivo deste passeio, no qual Talat esteve acompanhado apenas por seus guarda-costas e um pequeno grupo de jornalistas, foi "ver este local simbólico, que no passado tentamos abrir sem sucesso" e que separava as duas comunidades do Chipre.

"Agora alcançamos isto. Queria somente dar meus melhores desejos ao Governo greco-cipriota e também queria falar com as pessoas", explicou o líder turco-cipriota após se sentar em uma sorveteria grega.

Enquanto conversava com os jornalistas durante a caminhada por toda a avenida, de cerca de um quilômetro, reconheceu, no entanto, que "a abertura de passagem não equivale à reunificação".

No entanto, Talat se mostrou confiante de que se conseguirá superar o conflito que divide o Chipre desde 1974, quando as tropas turcas invadiram e ocuparam o norte da ilha.

"Encontraremos a solução", declarou.

No entanto, ele afirmou que entre ambas as comunidades existem "algumas diferenças" de opinião e que também há "uma mesma visão" sobre a organização futura da ilha, baseada em uma federação bizonal e bicomunal com igualdade política, concluiu. EFE af/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG