Nova Délhi, 24 abr (EFE).- O líder da guerrilha tâmil, Vellupillai Prabhakaran, se esconde no último reduto guerrilheiro no norte do país e está decidido a lutar até o fim, assegurou hoje um alto comando do Exército cingalês.

O brigadeiro Shavendra Desilva disse que Prabhakaran resiste junto com seu filho, Charles Anthony, e os chefes da inteligência guerrilheira em um território de oito quilômetros quadrados ainda em poder dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE).

Citado pelo diário cingalês "Daily Mirror", Desilva acrescentou que o chefe dos LTTE pode tentar escapar da ilha em um submarino, mas acrescentou que a Marinha cingalesa estabeleceu um bloqueio total do litoral nas regiões de concentração guerrilheira.

O brigadeiro atendeu a um grupo de jornalistas em Kilinochi, antigo quartel-general dos LTTE no norte do país, tomado pelo Exército no começo de janeiro, e baseou suas afirmações na confissão de dois líderes guerrilheiros rendidos esta semana.

Desilva considerou ainda "muito remota" a possibilidade de Prabhakaran conseguir escapar, segundo a agência indiana "Ians".

O brigadeiro afirmou ainda que o Exército cingalês sofreu 15 baixas mortais e 75 de feridos "por causa do fogo de artilharia dos LTTE" desde a segunda-feira. EFE ja/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.