Líder talibã no Paquistão é intimado a se apresentar à Justiça

Islamabad, 19 ago (EFE).- A Justiça do Paquistão ordenou hoje que o mulá Fazlullah, líder dos talibãs no Vale do Swat (norte), se apresente às autoridades em até sete dias, informou a emissora Geo TV.

EFE |

O juiz Khalil Khan Khalil, do tribunal antiterrorista da região do Swat, também intimou seis colaboradores de Fazlullah, que é acusado de mais de cem crimes.

Segundo a "Geo TV", todos os intimados terão que se apresentar à Polícia ou ao juiz.

Fazlullah, conhecido por seus pronunciamentos no rádio, nos quais pede que a população se arme e se rebele, comanda um grupo de talibãs paquistaneses no Vale do Swat.

O líder rebelde também é genro do clérigo radical Sufi Mohammed, preso em julho e que, até maio, atuou como mediador entre o Governo e os insurgentes do Swat nas fracassadas negociações para pacificar a região.

Para as autoridades paquistanesas, Fazlullah foi ferido há algumas semanas, durante a ofensiva que o Exército paquistanês lançou no fim de abril contra a região do Swat e outros distritos vizinhos. EFE igb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG