Líder sunita e 4 policiais morrem em ataques no Iraque

Bagdá, 12 fev (EFE).- Um líder político sunita foi assassinado hoje a tiros e quatro policiais iraquianos morreram devido à explosão de um carro-bomba na passagem de sua patrulha na cidade de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram fontes policiais.

EFE |

As fontes disseram à Agência Efe que Abdel Karim al-Sharari, um dos dirigentes da Conferência do Diálogo Nacional, liderada por Saleh al-Mutlak, foi morto a tiros por um homem armado, que atacou o político perto da casa deste, em Mossul, capital de Ninawa.

O assassinato de Sharari ocorre apenas um dia depois de vários pistoleiros matarem outro político sunita, Ahmed Fathi al-Jabouri, quando saía de uma mesquita em Mossul.

Além disso, pelo menos quatro policiais morreram e outros dois ficaram feridos devido à explosão de um carro-bomba que estava na beira da estrada, à passagem de sua patrulha.

Este atentado ocorreu no bairro de Baath, no oeste da capital de Ninawa, e causou danos em vários edifícios próximos, acrescentaram as fontes.

Estes dois ataques ocorrem um dia depois que 24 pessoas morreram e 60 ficaram feridas em vários atentados ocorridos em diferentes pontos do país. EFE sy/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG