O presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, autorizou nesta quarta-feira o uso do Exército para conter os ataques contra estrangeiros que vêm ocorrendo nos últimos dias no país. Grupos de pessoas armadas vêm realizando os ataques desde a semana passada na região de Johanesburgo e já deixaram 40 mortos, além de terem levado cerca de 30 mil a abandonarem suas casas.

Esta é a primeira vez que o Exército é autorizado a ir às ruas da África do Sul para conter uma onda de violência desde o fim do regime do Apartheid, nos anos 90.

Segundo um correspondente da BBC, o Exército deve dar apoio à polícia com o envio de tropas e helicópteros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.