Líder republicano diz que votará contra Sonia Sotomayor

Washington, 27 jul (EFE).- O senador Jeff Sessions, o principal republicano no Comitê Judicial do Senado, disse hoje que votará contra a juíza Sonia Sotomayor para o cargo vitalício na Suprema Corte dos Estados Unidos.

EFE |

Sessions afirmou, em uma coluna de opinião publicada no jornal "USA Today", que votará contra Sonia porque teme que, se for confirmada no Senado, utilize o cargo para ativismo político.

Segundo o senador, as declarações da juíza durante suas recentes audiências de confirmação não o convenceram de que Sonia, de origem porto-riquenha, possa manter sua promessa de ser "fiel à lei".

"Não acho que a juíza Sotomayor tem as profundas convicções necessárias para resistir ao ativismo político", disse Sessions, que argumentou que as declarações de Sonia contradizem seu histórico jurídico.

"Qual Sonia receberemos?", disse Sessions, conhecido por sua ferrenha linha conservadora.

O senador divulgou suas intenções de voto um dia antes da votação de Sonia pelo Comitê. O processo foi adiado na semana passada, a pedido da minoria republicana.

O Sessions é o terceiro republicano a indicar que votará contra Sonia, nomeada ao cargo pelo presidente Barack Obama.

Na sexta-feira, os senadores John Cornyn e Orrin Hatch afirmaram que votarão contra a juíza.

Apesar das objeções dos republicanos, a maioria dos analistas prevê que Sonia será confirmada na votação no plenário do Senado, na semana que vem.

Se for confirmada, Sonia, nascida no Bronx e de pais porto-riquenhos, será a primeira latina e a terceira mulher na história da Suprema Corte americana. EFE mp/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG