Cairo, 25 mar (EFE).- O mufti do Egito, Ali Goma, emitiu um fatwa (pronunciamento legal) no qual aconselha os muçulmanos a não depositarem dinheiro em bancos ocidentais porque este poderia ser utilizado na luta contra o islã, informa hoje o jornal egípcio Al Wafd.

O mufti - máxima autoridade religiosa do Egito - também recomendou aos fiéis que depositem seu dinheiro em bancos de países muçulmanos.

Além disso, Goma declarou que os juros cobrados pelos bancos são "dinheiro proibido", segundo a "Sharia" (lei islâmica), e alertou que esses lucros não podem ser usados para fins de caridade nem para o financiamento de projetos públicos.

Segundo o mufti, os bancos estabelecem juros graças à especulação, atividade proibida pelo islã. EFE hh/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.