Líder religioso é morto a tiros no Curdistão iraniano

Teerã, 13 set (EFE).- O imame dos sermões das sextas-feiras na cidade curdo-iraniana de Sanandaj foi assassinado a tiros por três homens, informou hoje a TV estatal iraniana.

EFE |

Segundo a emissora, os pistoleiros procuraram o clérigo, identificado como Maousta Borhan, interessados numa consulta religiosa. Quando encontraram o religioso no sábado, efetuaram vários disparos à queima-roupa.

Borhan havia sido um dos principais ativistas a favor da recente e polêmica reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad, atribuída pelos opositores a uma fraude na votação.

Dias atrás, outro grupo de homens armados tentou matar um juiz do Tribunal Revolucionário de Sanandaj, a capital do Curdistão iraniano.

Na região, que faz fronteira com o Iraque e a Turquia, atuam grupos separatistas armados oriundos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG