Líder radical islâmico da Nigéria morre após detenção

O líder do movimento radical islâmico da Nigéria inspirado dos talibãs morreu nesta quinta-feira pouco depois de sua detenção, informou à AFP uma fonte policial, que não quis ser identificada, enquanto a televisão local mostrava imagens do corpo de Mohamed Yusuf.

AFP |

"Ele implorou e pediu perdão antes de ser baleado até a morte", declarou à AFP um policial em Maiduguri, onde o líder radical teria sido assassinado.

O canal de televisão BRTV mostrou imagens, vistas pela AFP, do corpo de um homem apresentado como Mohamed Yusuf, rodeado por policiais sorridentes.

Pouco antes do anúncio da morte, fontes da polícia e do governo tinham anunciado a detenção pelo exército do líder fundamentalista, nesta quinta-feira em Maiduguri.

abu-sn/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG