Líder político do Hamas diz que Israel impede trégua no Oriente Médio

Moscou, 8 fev (EFE).- O líder político do Hamas, Khaled Meshaal, afirmou hoje em Moscou que não vê perspectivas de trégua no Oriente Médio, segundo ele, por culpa do Governo de Israel.

EFE |

"Não vejo perspectivas de trégua (...) no Oriente Médio por que o Governo de Israel é um Governo de guerra, agressão e ocupação, e não está a favor da paz", disse Meshaal em entrevista coletiva após uma reunião com o ministro de Assuntos Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov.

As consultas entre o Hamas e as autoridades russas acontecem às vésperas da chegada a Moscou do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e dias depois que o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, visitou a Rússia. No entanto, Meshaal garantiu que "não há nenhuma vinculação entre estes encontros".

As autoridades russas tinham antecipado que a reunião de Lavrov com Meshaal "está inserida no contexto do diálogo político que a Rússia mantém com as principais forças palestinas para o reatamento das negociações palestino-israelenses".

Em entrevista publicada hoje pelo jornal "Vremia Novostei", Meshaal acusou os Estados Unidos de impedir que o movimento de resistência islâmica Hamas assine as pazes com Abbas.

"Sabemos que o representante do presidente dos Estados Unidos no Oriente Médio, George Mitchell, pressionou Abbas e as autoridades egípcias. Se Abbas optar por fazer as pazes com o Hamas, então os EUA deixarão de prestar socorro à ANP", apontou. EFE bsi/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG