Obama alemão - Mundo - iG" /

Líder partidário de origem turca é visto como Obama alemão

A recente eleição do político Cem Özdemir para liderar o Partido Verde na Alemanha está gerando no país uma comparação com a vitória do democrata Barack Obama nos Estados Unidos. Özdemir, de 42 anos, é filho de mãe alemã e pai turco, e se tornou há poucos dias o primeiro líder de um partido na Alemanha de origem estrangeira.

BBC Brasil |

A significância do fato foi comparada pela imprensa alemã e também pelo próprio Partido Verde à eleição de Barack Obama, já que os dois políticos pertencem a minorias em seus países.

"Agora o efeito Obama também pode ocorrer na Alemanha", disse o jornal conservador Die Welt, que vê a possibilidade da nomeação de um "primeiro-ministro de origem turca" no futuro.

"Por que não? Afinal das contas, a França já é governada por um descendente de húngaros", diz o jornal, em uma referência ao presidente francês Nicolas Sarkozy.

Em sua página na internet, o Partido Verde diz que Özdemir, que já viveu nos Estados Unidos, "quer aprender com Obama como politizar as massas".

A eleição de Cem Özdemir como um dos dois presidentes do partido foi festejada por muitos correligionários com o slogan "Yes, we Cem" - uma analogia ao "Yes, we can" do candidato Obama.

Carreira atribulada
O político verde se elegeu em 1992 como o primeiro deputado federal de origem turca da Alemanha, e teve uma carreira atribulada.

Em 2002, foi obrigado a renunciar a seu mandato por ter aceitado um empréstimo de uma agência de relações públicas e ter usado a milhagem acumulada com vôos oficiais em proveito próprio.

Depois de uma pausa e alguns meses nos Estados Unidos ele voltou à política ao ser eleito deputado alemão no Parlamento europeu.

Com sua eleição como o novo líder dos verdes, Özdemir definitivamente deu a volta por cima. Mas teve que encarar uma derrota dias antes, ao não ser indicado pelos membros do partido para uma vaga como deputado federal.

Cem Özdemir representa também os cerca de 2,7 milhões de pessoas de origem turca que vivem na Alemanha e formam o maior grupo de imigrantes do país.

A Alemanha facilitou a naturalização, e agora crianças de pais estrangeiros podem ter dois passaportes até os 18 anos, quando devem se decidir por uma nacionalide. No entanto, a integração da comunidade turca continua difícil.

Özdemir provocou polêmica depois de ser eleito ao dizer que as escolas alemãs deveriam oferecer mais cursos de língua turca. No entanto, a língua alemã deve continuar tendo prioridade absoluta para todas as crianças nascidas no país, disse ele.

O político que nasceu no sul da Alemanha disse que deseja o que ele chama de "sociedade daltônica", que não faça diferença entre pessoas de diferentes cores e raças.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG