Havana, 1 set (EFE).- O presidente da Assembleia Nacional chinesa, Wu Bangguo, também número dois do Partido Comunista da China, segundo maior parceiro comercial de Cuba, chegou hoje a Havana para uma visita oficial de 48 horas.

Wu começou na segunda-feira em Vancouver, Canadá, uma viagem pela América que o levará também aos Estados Unidos e a Bahamas, e foi recebido no aeroporto de Havana pelo líder parlamentar cubano, Ricardo Alarcón.

O visitante entregou, ao chegar, uma declaração escrita que afirma que "o povo cubano, sob a direção do companheiro Fidel Castro, salvaguardando firmemente a soberania estatal, aderindo ao caminho socialista e promovendo com esforços o desenvolvimento socioeconômico, conquistou encorajadores sucessos".

A nota lembra que Cuba foi o primeiro país latino-americano a estabelecer relações diplomáticas com Pequim.

Não se disse até agora se Wu se reunirá com o presidente cubano, Raúl Castro.

Segundo fontes chinesas, Wu se reunirá em Havana com Alarcón. Nos Estados Unidos, se encontrará com a presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, e nas Bahamas com os líderes do Senado e da Câmara desse arquipélago, Lynn Holowesko e Alvin Smith, respectivamente. EFE am-rmo/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.