Líder opositora de Mianmar receberá Medalha de Ouro do Congresso dos EUA

Washington, 24 abr (EFE).- O Senado dos Estados Unidos concluiu hoje a aprovação de um projeto para conceder a Medalha de Ouro do Congresso, a maior dignidade civil do país, à líder opositora de Mianmar (antiga Birmânia), a Nobel da Paz Aung San Suu Kyi.

EFE |

O projeto foi aprovado por aclamação na Câmara Alta, depois que este recebesse o respaldo da Câmara de Representantes em dezembro do ano passado. Ainda não foi anunciada a data da entrega da condecoração.

Um porta-voz da Campanha pela Democracia de Mianmar assinalou que a líder opositora seria a primeira pessoa a receber o prêmio quando ainda se encontra confinada em seu país.

Suu Kyi, de 62 anos e que passou 12 dos últimos 18 anos presa ou sob prisão domiciliar, recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1991, quando seu partido, a Liga Nacional pela Democracia, venceu as eleições. A junta militar governante lhe impediu assumir o poder.

Há um ano, a Medalha de Ouro do Congresso foi concedida ao dalai lama, líder espiritual do Tibete e que vive exilado na Índia. EFE ojl/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG