Líder opositor italiano Walter Veltroni deixa comando do PD

Roma, 17 fev (EFE).- O líder do opositor Partido Democrata (PD), Walter Veltroni, renunciou hoje como secretário-geral desta legenda, após a derrota sofrida nas eleições locais da ilha de Sardenha, informou a imprensa local.

EFE |

Veltroni ratificou sua renúncia, apesar de seu partido ter expressado sua confiança quando hoje ele anunciou que estava disposto a abandonar o cargo.

O porta-voz do partido, Andrea Orlando, anunciou que amanhã Veltroni explicará "os motivos" que o levaram a apresentar a renúncia como secretário-geral do PD.

O partido do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, Povo da Liberdade (PDL), venceu as eleições na Sardenha no último domingo com uma ampla margem sobre o candidato do PD, Renato Soru, uma derrota eleitoral que levou à queda definitiva do líder opositor.

Sob o comando de Veltroni o PD também perdeu as eleições legislativas italianas realizadas em abril do ano passado e vencidas pelo PDL de Berlusconi.

Veltroni foi eleito secretário-geral do PD com um apoio de 75,63% em eleições primárias realizadas em outubro de 2007 após ter sido até então prefeito de Roma. EFE fab/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG