Líder opositor em Cingapura apela a Obama para denunciar abusos

Kuala Lumpur, 21 jan (EFE).- Um líder opositor cingapuriano preso várias vezes por criticar as autoridades postou hoje na internet um vídeo pedindo apoio ao novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

EFE |

Chee Son Juan pediu a Obama que os EUA "prestem maior atenção aos abusos dos direitos humanos do Governo de Cingapura e tome medidas para que o país seja uma autêntica democracia".

"Sob sua liderança, tenho a esperança de que o mundo seja mais livre, mais democrático e mais justo", disse em sua mensagem.

Em outubro passado, um tribunal cingapuriano condenou Chee a pagar US$ 416 mil por danos contra o primeiro-ministro, Lee Hsien Loong, e seu pai, o ex-chefe do Executivo Lee Kuan Yew, por ter divulgado um escândalo de corrupção de uma ONG vinculada à família.

De quebra, a sentença ainda o obrigou a dissolver o opositor Partido Democrático de Cingapura.

As autoridades de Cingapura, que é governada desde a independência em 1985 pelo Partido de Ação Popular, fundado por Lee Kuan Yew, exercem um ferrenho controle sobre a imprensa local e grupos de oposição. EFE lol/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG