Líder opositor do Zimbábue pode ser condenado à morte

O número dois do opositor Movimento por uma Mudança Democrática (MDC) Tendai Biti foi acusado nesta quinta-feira por um tribunal do Zimbábue de tentativa de subversão, cargo passível de pena de morte.

AFP |

Biti foi acusado, além disso, de integrar um complô para falsear os resultados das eleições gerais de 29 de março ao pagar suborno à funcionários eleitorais e de publicação de notícias falsas e insultos ao presidente Robert Mugabe, segundo a atal de acusação.

Leia mais sobre: Zimbábue


    Leia tudo sobre: zimbábue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG