A Assembléia Constituinte da recém-craida República do Nepal elegeu nesta sexta-feira o líder da ex-guerrilha maoísta, Prachanda, como o novo primeiro-ministro do país, menos de dois meses depois da abolição da monarquia.

Prachanda, "o temível", obteve 464 votos a favor contra 113, assinalou o presidente da Assembléia Constituinte, Subash Nemwang.

Os políticos nepaleses não conseguiram formar um novo governo desde que, em abril passado, os maoístas foram a lista mais votada nas eleições para a Assembléia Constituinte e, em maio, a única monarquia hinduísta do mundo se converteu numa República federal.

sjt-sas/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.