Líder líbio planeja visitar EUA e se reunir com Obama

Trípoli, 8 fev (EFE).- O líder líbio, Muammar Kadafi, pretende visitar os Estados Unidos este ano ou, no máximo, no começo do próximo para discursar perante a Assembleia Geral da ONU e se reunir com o novo presidente americano, Barack Obama, informaram hoje fontes líbias.

EFE |

Kadafi quer abrir uma nova fase nas relações da Líbia com os Estados Unidos, segundo as mesmas fontes, que disseram que a diplomacia do país norte-africano está organizando os preparativos da visita, que incluirá também reuniões com membros do Congresso americano.

Durante sua viagem por Espanha, Portugal e França em 2007, Kadafi mostrou pela primeira vez seu desejo de visitar os Estados Unidos.

Na sexta-feira passada, Obama enviou uma carta ao líder líbio na qual expressava sua vontade de trabalhar em conjunto para construir "um mundo seguro baseado na paz e na amizade", segundo a agência oficial líbia "Jana".

A carta respondia a outra enviada por Kadafi por ocasião de sua escolha como presidente americano.

"Estou convencido de que, durante os próximos quatro anos, poderemos trabalhar juntos em um espírito de paz e amizade para construir um mundo mais seguro, e pretendo desenvolver boas relações entre nossos dois países", escreveu Obama, segundo a "Jana".

Kadafi, que acaba de ser eleito presidente anual da União Africana (UA), declarou na cúpula da organização, em Adis-Abeba, que defenderia perante a Assembleia Geral da ONU o direito da África de ter um membro permanente no Conselho de Segurança.

O líder líbio se encontra desde sexta-feira em visita à Eritréia, onde tenta fazer a mediação no conflito entre este país e a vizinha Etiópia. EFE fa-jg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG