Líder islamitas somali rejeita acordo de trégua

Um dos principais representantes dos islamitas somalis, o xeque Dahir Aweys, rejeitou o acordo de trégua assinado na segunda-feira pelo governo e a principal coalizão de oposição.

AFP |

"Continuaremos combatendo até a libertação de nosso país dos inimigos de Alá", declarou a uma rádio de Mogadíscio o xeque Aweys, que integra a ala da linha dura dentro do movimento islamita da Somália.

Aweys é um dos dirigentes da Aliança para uma Nova Libertação da Somália (ARS), coalizão de oposição dominada pelos islamitas, que na segunda-feira assinou um acordo de fim das hostilidades com o governo de transição somali, sob a mediação da ONU.

Procurado pelos Estados Unidos, que o acusam de vínculos com a Al-Qaeda, o xeque Aweys não participou nas negociações.

nur-bkb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG